Skip to content

Visita do Colégio Florinda Tubino Sampaio

06/10/2010

Tio Juca fala sobre plantio agroecológico

Entre o urbano e o rural: perspectivas de uma vida sustentável“, este é o nome do projeto que a Escola Estadual Florinda Tubino Sampaio está desenvolvendo com os alunos do ensino médio, em parceria com o Unibanco.

Orientados pela professora de Geografia, Carmem Porto, os estudantes do bairro Petrópolis e Bela Vista estão conhecendo diversas propriedades rurais na zona sul de Porto Alegre, suas características, a produção, as diferentes espacialidades da cidade.

Lanche saudável – No dia 05 de outubro, uma parte dos alunos visitou a Granja Santantonio e outra parte visitou o Sítio do Tio Juca, onde já na chegada foi oferecido um café rural, com diversos produtos caseiros, como pães, bolos, geléias, pizza de rúcula e suco de laranja com cenoura.

O produtor Juca levou os alunos para conhecerem a sua produção ecológica de alimentos, explicando suas técnicas de plantio, cuidados com o meio ambiente, sobre o plantio consorciado, o biofertilizante, entre outros ensinamentos. Os jovens ouviram tudo atentamente, para realizarem depois um trabalho sobre o que viram e aprenderam sobre o espaço rural que existe em Porto Alegre.

Anúncios

Caminhos Rurais participou da feira Bionat Expo 2010

02/10/2010

Os Caminhos Rurais de Porto Alegre participaram do evento, divulgando os roteiros turísticos e vendendo produtos orgânicos provenientes da agricultura familiar, nos dias 24, 25 e 26 de setembro de 2010, na Usina do Gasômetro.

A BioNat é uma exposição anual, multidisciplinar, dedicada ao desenvolvimento sustentável. Reúne num mesmo local e data a Feira de Produtos Orgânicos, Fitoterápicos e Plantas Bioativas do Rio Grande do Sul, a Mostra de Ecoturismo e Turismo Rural e o Espaço Vida Sustentável, Comércio Justo e Solidário.

O espaço dos Caminhos Rurais recebeu muitas visitas, onde houve a oportunidade de divulgar as propriedades e o passeio Domingo no Campo que acontece todos os domingos. Entre os sítios que estavam vendendo seus produtos estavam o sítio do Tio Juca, Capororoca e Granja Santantonio.

Aniversário dos 67 anos do tio Juca

15/08/2010

Tio Juca foi presenteado com uma festa surpresa, organizada pela filha Jurema e a esposa Ivone que não deixaram passar em branco esta data.

Irmãos, filhos, amigos e convidados especiais compareceram para dar um abraço e comer um bolo com Juca no dia 15 de agosto. “Depois dos 40, não se conta mais aniversários, são muitos para comemorar”.

Juca estava feliz por ter seus amigos a volta, “é sempre bom reunir os amigos”.

Domingo de lazer nos Caminhos Rurais

18/05/2010

Um grupo muito animado de senhoras estiveram visitando alguns atrativos dos Caminhos Rurais no dia 16 de maio. Mesmo sendo um domingo nublado e com chuviscos, puderam aproveitar as belezas e delícias da região e recordar momentos da infãncia em ambiente rural.

As amigas da hidroginástica queriam há muito fazer um passeio. Foi então que a professora aposentada, Theresinha de Jesus, 82 anos, tomou a iniciativa e organizou o passeio com a agência Trilegal. Assim conheceram os sítios do Tio Juca, Capororoca, Dom Guilherme, a Floricultura Arco Íris, o Santuário Mãe de Deus, a Cabanha La Paloma e um passeio pela Orla do Guaíba. Um dia intenso de muitas vivências, entrosamentos, gostosuras, histórias e compras na zona rural de Porto Alegre.

Produtores orgânicos a caminho da certificação

09/05/2010

Está em andamento a regulamentação da produção orgânica no país de acordo com as leis implantadas pelo Governo Federal. Assim a certificação está sendo uma exigência para atestar que determinada propriedade está em conformidade com a Lei Orgânica e as Instruções Normativas de Produção Animal e Vegetal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), garantindo que os alimentos produzidos e comercializados são realmente orgânicos.

Garantia da qualidade orgânica é realizada de três maneiras

O representante do MAPA, engenheiro agrônomo, José Cleber Dias de Souza, esclarece que o produtor orgânico, sozinho ou em grupo, para comercializar em pontos de vendas, como mercados, lojas e restaurantes, precisa ter o selo de certificação fornecido, ou por uma Certificadora (empresas) credenciada no Ministério da Agricultura, ou por uma OPAC – Organismo Participativo de Avaliação de Conformidade, também credenciada no MAPA, que assume o controle e a fiscalização das atividades orgânicas desenvolvidas num Sistema Participativo de Garantia (SPG), constituído por consumidores, técnicos, produtores e organizações sociais.

No caso do agricultor familiar que apenas realiza a venda direta ao consumidor, a lei não exige o selo. Porém, para provar que seus produtos são orgânicos, precisam estar vinculados a uma Organização de Controle Social – OCS, cadastrada no Ministério da Agricultura. O credenciamento, que teve o prazo prorrogado, deverá ser realizado até o final de 2010.

Definindo as diretrizes do grupo

Uma OCS pode ser uma associação, cooperativa ou consórcio, capaz de zelar pelo cumprimento dos regulamentos da produção orgânica. “Numa OCS é importante a coesão, confiança mútua e cooperação entre os participantes,” salientou José Cleber.

Em Porto Alegre, o escritório municipal da Emater/RS-Ascar, está orientando esse processo junto aos grupos de agricultores orgânicos que já assiste há anos –  Apel, Herdeiros, Pró-Lami, Portal Mãe Terra, Apressul, Essência da Terra, entre outros produtores. “Estamos no processo de criação de uma OCS. Através de diversas reuniões com os produtores, estamos definindo as bases da linha de atuação do grupo, os objetivos e parâmetros de como vai ser esse mecanismo de avaliação e controle”, explica o extensionista rural da Emater/RS – Ascar, Luís P. Vieira Ramos.

Paralelo a isso, está em andamento a formação de uma OPAC na região dos Sinos, na qual fazem parte representantes de produtores da capital, além de técnicos, consumidores e entidades afins.

“Estamos avançando em cada encontro, definindo mais claramente os critérios de regulamentação da produção orgânica que deverão ser cumpridos na nossa região,” avalia a produtora rural do Lami, Silvana Bohrer.

Domingo no Campo foi até o sítio Tio Juca

27/04/2010

Na terceira edição do programa Domingo no Campo, os visitantes foram até o sítio do Tio Juca conhecer a produção agroecológica e degustar delícias caseiras.

Os visitantes aproveitaram para comprar geléias e pastas elaboradas com os produtos da horta e ainda degustar delícias caseiras e suco de acerola.

Mário Schneider, procurador do estado aposentado, adorou o passeio. “Isso é maravilhoso. É qualidade de vida morar num lugar assim”. E prometeu que vai trazer a esposa no próximo passeio para conhecer a região.

Domingo no Campo – saiba mais sobre os passeios que acontecem todos os domingos nos Caminhos Rurais no site www.caminhosrurais.tur.br

Alunos da UFRGS realizam visita técnica

26/04/2010

O sítio Tio Juca recebeu cerca de 50 estudantes do curso de Economia e Nutrição da UFRGS no dia 25 de abril.

O objetivo é conhecer produção de agroecológicos em pequena escala nas áreas rurais da cidade e mostrar um novo olhar sobre a produção de alimentos.

No almoço campeiro, foi servido galinha caipira, diversas saladas e acompanhamentos.  A proposta faz parte das disciplinas de Economia e Meio Ambiente,  Economia para a Nutrição.